sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

CHEGA MAIS UM NATAL!!!

Vida... Nascimento..  É assim  que passamos a ver a vida depois de uma luta pela vida. Comemoramos  o Nascimento de Cristo e um  novo renascer enquanto seres humanos. Vivemos de novo...  A sensação de vitória vem do Pai, que a todo dia nos dá uma nova Luz, esperança e fé Naquele que Tudo Pode.

domingo, 23 de outubro de 2011

Novo tratamento apresenta bons resultados contra o câncer de mama

Edição do dia 08/07/2011 – FOLHA DE SÃO PAULO
08/07/2011 21h18 - Atualizado em 08/07/2011 21h48
Novo tratamento apresenta bons resultados contra o câncer de mama
Segundo os médicos, o medicamento injetável atua como se fosse uma vacina, agindo, diretamente, nas células doentes, sem maltratar todo o organismo. Com isso, os efeitos colaterais não são tão fortes quanto os da quimioterapia tradicional.
a última reportagem especial da série sobre o câncer de mama, Lília Teles mostra um tratamento novo que tem apresentado bons resultados e o fim da peregrinação de uma cidadã para fazer a mamografia.tra no centro cirúrgico ansiosa. “Estou um pouco nervosa, mas vou ficar bem”, ela diz:                                                                                                                                                              
Dona Sônia é uma das pacientes beneficiadas por um serviço inédito no Brasil que funciona em São Leopoldo, no Rio Grande do Sul. Na mesma cirurgia, ela vai retirar as duas mamas e fazer a reconstrução dos seios, sem esperar muito tempo e sem pagar nada pelas próteses de silicone. Isso graças ao banco de próteses, mantido por doações para ajudar as mulheres da região no tratamento do câncer de mama.
A cirurgia é longa. Mas muito comum em um hospital da rede pública gaúcha. O banco de próteses foi criado em 2007 e é mantido por doações de comerciantes, moradores e empresários. O dinheiro é depositado em um fundo municipal.
Segundo a Sociedade Brasileira de Mastologia, não há contraindicação para a aplicação de silicone imediatamente após a retirada da mama.
“O câncer por si só já é uma doença que lembra a morte. Perder uma mama para uma mulher, independente da idade, é um fato que piora ainda mais o seu aspecto de pessoa. E assim, não é preciso que a pessoa fique mais doente para que consiga se curar. Ela pode fazer seu tratamento em plena forma física”, explica o vice-presidente da Sociedade Brasileira de Mastologia, José Luiz Pedrini.
A mutilação é um dos grandes traumas provocados pelo câncer de mama. O tamanho e a agressividade do tumor é que vão determinar o tipo de operação. Podem ser retirados uma pequena parte da mama, o seio inteiro ou as duas mamas; e ainda as glândulas da axila.
Uma lei federal de 1999 garante às pacientes que sofreram mutilação direito à cirurgia plástica reparadora da mama.
“Infelizmente, 12 anos passados, nem todos os serviços oferecem isso às mulheres. Para conseguir silicone pelo SUS, às vezes, é a vida inteira”, diz José Luiz Pedrini.
Mas enquanto os atrasos complicam a vida de pacientes, os avanços na pesquisa vão garantindo esperança a muitas mulheres.
A psicóloga Ana Luiza passou por duas cirurgias, várias sessões de quimioterapia, mas a doença não cedeu. Agora, ela é voluntária em um tratamento com um novo remédio.
O T-DM1, que está em estudo em várias partes do mundo, está sendo testado em um hospital público de Porto Alegre, em mulheres que têm tumores mais agressivos.
Segundo os médicos, o medicamento injetável atua como se fosse uma vacina, agindo, diretamente, nas células doentes, sem maltratar todo o organismo. Com isso, os efeitos colaterais provocados pelo T-DM1 não são tão fortes quanto os da quimioterapia tradicional, como enjoo e queda de cabelo. E o mais importante: tem conseguido diminuir as lesões e controlar a doença.
“O resultado já é visível a partir da primeira aplicação. Eu costumo dizer assim: antes eu tinha uma luzinha no fim do túnel, a partir dessa medicação, eu tenho um holofote”, diz Ana Luiza.
A luta de brasileiras mostrada ao longo desta semana é sinal de que o combate ao câncer de mama no Brasil ainda tem um longo caminho a percorrer. Começando pelas informações sobre o que acontece com cada mulher que busca atendimento.
Foi para isso que o Sismama, Sistema de Informação do Câncer de Mama, foi implantado pelo governo, em 2009. Mas o serviço ainda é falho, porque muitos municípios não repassam os dados para o cadastro. Agora, o Ministério da Saúde vai exigir essas informações. A prefeitura que não passar vai ficar sem o dinheiro das mamografias.
“Exatamente por perceber que ele não funcionava que nós fizemos essa mudança. Nós queremos saber a informação sobre o tempo que foi feito o exame, o tempo do diagnóstico, da confirmação do diagnóstico e quando começou o tratamento. Então essa mudança nós também exigimos e fizemos agora no Sismama”, explica o ministro da Saúde, Alexandre Padilha.
Mesmo com tantas dificuldades, os esforços de muitos vão mostrando que a luta traz bons resultados.
Na volta a São Leopoldo, no Rio Grande do Sul, a equipe de reportagem encontrou uma Dona Sônia sorridente e bem disposta. Ela já faz as atividades em casa, se exercita com caminhadas e até ajuda a filha na loja da família.
Dona Sônia diz que os dois seios reconstruídos ajudaram na recuperação. “Quando eu descobri a doença, minha filha estava grávida. Eu pensava: ‘Não consegui nem ver meu neto nascer’. E ele já completou 1 ano. Então, já um ano que eu tenho de vitória”, ela comemora.
Como cada personagem tem sua luta particular, Dona Márcia finalmente conseguiu fazer a mamografia. Ela é a cabeleireira que nós mostramos nas duas primeiras reportagens desta série peregrinando por postos de saúde do Rio de Janeiro atrás de uma requisição para o exame.
Mas, cansada de esperar pelo SUS, ela procurou uma clínica particular, depois de receber ajuda financeira de um grupo de pessoas. “Me emocionei muito. Eu achei que eu não ia conseguir fazer isso nunca”, ela conta.
O resultado? “Deu negativo. Não é um tumor. Graças ao bom Jesus”.
Márcia sabe que, aos 41 anos, a prevenção está só começando. “Que esse caminho não seja tão doloroso, tão complicado, tão difícil, como foi comigo. Como você vai tratar algo precoce se você não consegue nem fazer o exame?”, conclui.
 UMA LUZ NO  FIM  DO  TÚNEL......

REFLEXÃO

Momentos....
Uma luz aponta o fim do túnel. Tenho vontade correr, mas sinto  minhas pernas enfraquecidas pelo  cansaço, desgaste de um  tempo  não vivido. Olho... procuro ajuda e poucos vejo, pois todos estão preocupados com  seus afazeres. Procuro ancorar-me em uma palavra pequena, mas de grande significado: CORAGEM.. Realmente, esta é a palavra que nesse momento assola minha’alma. Sinto necessidade de sair, procurar novos rumos, novas pessoas, parece que tudo se passou.. o  tempo  desbotou  todas as esperanças, todos os desafios foram vencidos porém, pouco desfrutada as vitórias...
 Corro atrás do  tempo..  ele, com  certeza nesse momento me ilude com  suas promessas de bom  moço, que irá me esperar, de que fará sombra ao meu corpo, quando o  sol  da vida se tornar mais forte.
Tento.. procuro... poucos estão a minha volta, mas com  certeza, ainda restam esperanças, pois o tempo  se aproxima com  mãos gigantes, assombradoras, e jamais quero que me alcance.
Nesse momento, lembrei-me de uma arma secreta contra os contratempos que o tempo oferece: amigos..  com certeza, conseguirei não um ombro para chorar minhas mágoas e angústias, mas um  que me dê a mão  para que possa elevar a cabeça e seguir adiante.
Amigos..  Que seria de nós humanos sem eles..  Na verdade são  tão poucos, que as vezes nos sentimos isolados e com olhos amendoados a procura dos mesmos. Um te dá a mão. Olha-te nos olhos e apenas te diz: - segue adiante, procurarei ser tua sombra mesmo de longe... Carinho, gratidão, esperança em um futuro melhor, mais humano e fraterno: esse é o sentimento que um verdadeiro amigo nos passa! Busquei em minha volta e verifiquei que o velho  ditado se faz presente nos dias de hoje: Quem tem um amigo, que o  guarde como  um  verdadeiro tesouro! Amigo...  Amigo é mais que ombro amigo, é mão estendida, mente aberta, coração pulsante, costas largas. É quem tentou e fez, e não tem o egoísmo de não querer compartilhar o que aprendeu com  a vida. É aquele que cede e não espera retorno, porque sabe que o ato de compartilhar um instante qualquer já o realimenta, satisfaz. É quem já sentiu a mesma solidão que me assola. É a compreensão para o meu cansaço e a insatisfação para a minha reticência.
É aquele que entende meu desejo de voar, de sumir devagar, a angústia pela compreensão dos acontecimentos, a sede pelo "por vir". É ao mesmo tempo espelho que me reflete, e óleo derramado sobre minhas  águas agitadas. É quem fica enfurecido por enxergar meu erro, querer tanto o meu bem e saber que a perfeição é utopia.
É o sol que seca minhas lágrimas, é a polpa que adocica ainda mais meu sorriso. Esse.. é meu amigo! Esse, possivelmente seja você, que ao ler, não descartará sem refletir!...
Amigo... Obrigada por existir...  fazer parte da minha lista de amigos qualitativos!
Com carinho,
Glau
                      

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

A LUTA CONTINUA....

A luta pela vida é constante, muitas vezes sensata, outras com insentatez de menino  maroto. Término  do tratamento.Bom..  não é necessário dizer que a luta continua...  Entrei para  um  grupo  de pesquisa ALLTO, onde fiz a quimio  com  lapanitib...  Agora, depois de concluído o tratamento  vieram me dizer que apenas o  comprido não é tão eficaz..  que necessita também do transtazumab..  Vamos lá..  é hora de ter forças novamente, enfrentar estrada , ter fé em Deus e colocar em suas mãos o  meu destino.
Estou  bem, tenho  pessoas que batalham ao  meu lado..
A Elo,  Ju,  estão  sempre comigo,  meus filhos, mesmo  distantes e  outros amigos...   o  necessário  para que eu não desista jamais de me gente e feliz!

O abraço  amigo!

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

REFLITA!


 
"Se um dia tiver que escolher entre o mundo e o amor... Lembre-se: se escolher o mundo, ficará sem o amor, mas se escolher o amor, com ele você conquistará o mundo."


(Albert Einstein)


Amor é..

AMOR É...




Amor..  muitas vezes nos perguntamos o  que é o  amor! Invevitavelmente não se pode deixar de dizer que pensamos na família, na relação homem/mulher, na sociedade e até mesmo  de que forma encaramos nossos problemas.
Mas será que amor é apenas isso? Precisei um  dia me olhar no  espelho com  alma cheia de paz e fé para saber que muitas vezes deixamos o  amor morrer em meio  a nossa caminhada. Quantas vezes deixamos de dizer a verdade , damos um  novo  nome à mentira, não vemos  o  sofrimento do próximo, estamos atarefados e a sociedade exige muito de nós... mas e a  humildade? Como  fica?
Amar é simples, nós seres humanos é que complicamos. Deixamos de viver plenamente uma vida cheia de carinho, fraternidade por falta de tempo, não conseguimos perdoar...  Mas perdoar não é fácil, talvez seja a tarefa mais árdua que Deus nos deixou,  e por isso exige tanto amor!
Apenas quem perdoa é capaz de dizer a sensação que tem esse sentimento, É uma paz interior que nos eleva à condição de seres perfeitos e queridos e os problemas não deixam de existir,  mas se tornam menores,  a proporção é tão  ínfima perto a esse sentimento que quase não tem valor o  que nos fizeram.
Portanto, amar é: aceitação, perdão, abnegação, carinho, somente assim seremos seres humanos perfeitos de coração, completos..  Como  diz Roupa Nova..
"O amor é um furacão,
Surge no coração
Sem ter licença prá entrar".


Muito Amor e Paz  pra vocês!!! 




quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Mínimamente FELIZ

Minimamente Feliz 


A felicidade é a soma das pequenas felicidades. Li essa frase num outdoor em Paris e soube, naquele momento, que meu conceito de felicidade tinha acabado de mudar. Eu já suspeitava que a felicidade com letras maiúsculas não existia, mas dava a ela o benefício da dúvida.
Afinal, desde que nos entendemos por gente aprendemos a sonhar com essa felicidade no superlativo. Mas ali, vendo aquele outdoor estrategicamente colocado no meio do meu caminho (que de certa forma coincidia com o meio da minha trajetória de vida), tive certeza de que a felicidade, ao contrário do que nos ensinaram os contos de fadas e os filmes de Hollywood, não é um estado mágico e duradouro.
Na vida real, o que existe é uma felicidade homeopática, distribuída em conta-gotas. Um pôr-de-sol aqui, um beijo ali, uma xícara de café recém-coado, um livro que a gente não consegue fechar, um homem que nos faz sonhar, uma amiga que nos faz rir. São situações e momentos que vamos empilhando com o cuidado e a delicadeza que merecem alegrias de pequeno e médio porte e até grandes (ainda que fugazes) alegrias.
'Eu contabilizo tudo de bom que me aparece', sou adepta da felicidade homeopática. 'Se o zíper daquele vestido que eu adoro volta a fechar (ufa!) ou se pego um congestionamento muito menor do que eu
esperava, tenho consciência de que são momentos de felicidade e vivo cada segundo.
Alguns crescem esperando a felicidade com maiúsculas e na primeira pessoa do plural: 'Eu me imaginava sempre com um homem lindo do lado, dizendo que me amava e me levando pra lugares mágicos Agora, se descobre que dá pra ser feliz no singular: 'Quando estou na estrada dirigindo e ouvindo as músicas que eu amo, é um momento de pura felicidade. Olho a paisagem, canto, sinto um bem-estar indescritível'.Uma empresária que conheci recentemente me contou que estava falando e rindo sozinha quando o marido chegou em casa. Assustado, ele perguntou com quem ela estava conversando: 'Comigo mesma', respondeu. 'Adoro conversar com pessoas inteligentes'.
Criada para viver grandes momentos, grandes amores e aquela felicidade dos filmes, a empresária trocou os roteiros fantasiosos por prazeres mais simples e aprendeu duas lições básicas: que podemos viver momentos ótimos mesmo não estando acompanhadas e que não tem sentido esperar até que um fato mágico nos faça felizes.
Esperar para ser feliz, aliás, é um esporte que abandonei há tempos. E faz parte da minha 'dieta de felicidade' o uso moderadíssimo da palavra 'quando'.
Aquela história de 'quando eu ganhar na Mega Sena', 'quando eu me casar', 'quando tiver filhos', 'quando meus filhos crescerem', 'quando eu tiver um emprego fabuloso' ou 'quando encontrar um homem que me mereça', tudo isso serve apenas para nos distrair e nos fazer esquecer da felicidade de hoje. Esperar o príncipe encantado, por exemplo, tem coisa mais sem sentido? Mesmo porque quase sempre os súditos são mais interessantes do que os príncipes; ou você acha que a Camilla Parker-Bowles está mais bem servida do que a Victoria Beckham?
Como tantos já disseram tantas vezes, aproveitem o momento, amigos. E quem for ruim de contas recorra à calculadora para ir somando as pequenas felicidades.
Podem até dizer que nos falta ambição, que essa soma de pequenas alegrias é uma operação matemática muito modesta para os nossos tempos. Que digam: Me
lhor ser minimamente feliz várias vezes por dia do que viver eternamente em compasso de espera.
Leila Ferreira, jornalista.
Colaboradora: Vera Lucia Barleto Librelato


Vacina anti-câncer RINS E PELE‏

Compartilho  com vocês a informação que recebi  de uma amiga.
Um dia, em comentário  disse que teríamos uma vacina anti-câncer, e não demoraria muito..  Veja o  que recebi da amiga Vera:



Uma luz!!!!!!!Meu Pai, a cura aos que necessitam!  

VACINA ANTI-CÂNCER RINS E PELE

      
"ESSA EU REPASSO COM MAIOR PRAZER, E ESPERO QUE VOCÊ FAÇA O MESMO, REPASSE  A INFORMAÇÃO:
Vacina anti-câncer RINS E PELE
Boas notícias são para partilhar.
Já existe vacina anti-câncer (pele e rins). Foi desenvolvida por cientistas médicos brasileiros,uma vacina para estes dois tipos de câncer, que se mostrou eficaz, tanto no estágio inicial como em fase mais avançada.
A vacina é fabricada em laboratório utilizando um pequeno pedaço do tumor do próprio paciente. Em 30 dias está pronta, e é remetida para o médico oncologista do paciente.
Nome do médico que desenvolveu a vacina:José Alexandre Barbuto
Hospital Sírio Libanês - Grupo Genoma.
Telefone do Laboratório: 0800-7737327 - (falar com Dra. Ana Carolina ou Dra.. Karyn, para maiores detalhes)
http://www.vacinacontraocancer.com.br/
Isto sim é algo que precisa ser repassado...
Alguém pode  estar precisando !!!!!
Por favor, divulguem esta vitória da medicina genética brasileira!!!!

domingo, 21 de agosto de 2011

o que é tudo pra você?


 AMIGOS




  Hoje, num pleno  domingo, ao rever meus escritos, e visitar alguns  blogs, me vejo  a pensar:
  • Trabalho, nem sempre é tudo, pois deixamos grande parte de nossa vida, e porque não dizer saúde nele;
  • Dinheiro, não e tudo, não foi  e nem será capaz de comprar a paz;
  • Distração..  não é tudo, pois muita vezes tem-se onde ir, com quem conversar, mas nem sempre nosso eu interior pede para que conversemos;
  • Comida..  não é tudo, pois as vezes sem ela, nossa alma fica mais leve, muitas vezes não necessiamos da comida material, e sim  da espiritual;
  • Sabedoria, nem sempre é tudo, pois o  que mais vale é a experiência de vida que levamos;
  • Amor..  esse, é muito para nós, para os que possuem  um grande amor, vale a pena lutar;
  • Filhos? Tudo para quem os tem, as verdadeiras dádivas que Deus nos concedeu, mas que um  dia, terão que caminhar com  suas próprias pernas, cabendo a nós ser apenas um  vigilante do porto em que irão ancorar;
  • Amigos..  são tudo..  sem eles, jamais conseguiremos viver, trocar experiências, saber que somos iguais, que temos defeitos comuns de um  ser humano, mas que sempre haverá um ombro a nossa espera. Bem..  eu conto com  você, um  amigo a mais, e você,..  pode contar comigo! Essa é a filosofia do domingo....  "Amigos"

sábado, 20 de agosto de 2011

STRESS CAUSA CANCER

Há dias em que "vivemos por viver", como  dizia minha bondosa mãe. Tudo é difícil. Uma coisa que aprendi nessa batalha, lamentavelmente, é que se você aguenta em pé, é mais forte que muitos. E logo, sobram faíscas para ascender algum  fogo de mágoas passadas.
Tudo poderia ser diferente. Acho  que a pessoa que passa pelo  câncer e vence, merece um pouqinho  de respeito, tranquiliadade, de que no  mínimo a deixem viver sem tanto stress.
Pesquisando, encontrei a seguinte matéria:
"Cientistas descobriram que o stress pode causar alguns tipos de câncer. O nervosismo que você passa no trânsito e no trabalho todos os dias realmente acelera o crescimento de tumores.
Qualquer tipo de trauma, emocional ou físico, pode ser o link entre mutações cancerosas e mudar sua condição de saúde. É a primeira vez que uma pesquisa realmente consegue mostrar que o estado emocional de uma pessoa realmente interfere no desenvolvimento de câncer – e não são só traumas muito sérios que têm esse efeito. O stress de todos os dias (briga com o chefe, problemas no relacionamento e até mesmo o trânsito) afeta seu “ambiente emocional” e aumenta as chances de que você desenvolva a doença.
Os pesquisadores analisaram moscas de fruta e notaram que, ao contrário do que se acreditava até agora, para um tumor crescer uma única célula não precisa ter mais do que uma mutação causadora de câncer. A verdade é que as mutações podem originar o tumor mesmo se estiverem em células separadas, porque o próprio stress acaba “abrindo um caminho” entre elas. E é muito mais fácil que um tecido acumule essas mutações em células diferentes do que na mesma célula.
Ou seja, reduzir ou evitar a quantidade de stress diária não é só para o seu bem estar psicológico: é, mais do que nunca, uma questão de bem estar físico".(http://hypescience.com/26493-stress-cancer/)
Mas o  que fazer, quando vivemos em uma sociendade totalmente capitalista e desumana? A nós, cabe saber a lidar com  toda essa situação, e tenho  certeza de que todos pouco  ou  não convivem com  ela, e encontramos o  meio  termo  para que sejamos no  mínimo  capazes de ser feliz! Ah..  como  é difícil  esse mundão...  Se todos soubessesm quantos fantasmas muitas vezes nos rodeiam, jamais dariam uma resposta mal dada, uma conversa mal dita, e nem um olhar desnecessário. Mas esse é o  mundo, e somos fortes...
Pessoal, um  ótmo  final de semana!
Glau

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

PERMITA-ME

Deus,
Permita.....
Não ter medo  do  medo,
Permita....
Não ter medo da solidão,
E não deixar que a mesma se aloje em meu coração;
Permita-me...
Ser humana, e assim sendo,
Sentir a falta de um  abraço  amigo,
A falta de um amigo querido,
A dor da partida de um ente querido,
Permita-me...
Ouvir as batidas descompassadas de meu coração,
Ouvir as lágrimas rolando em meu rosto,
Sentir o  frio que muitas vezes invade minh'alma;
Mas, Permita-me
Ser forte na dor,
Ser esteio  aos que precisam,
Ser espelho  de fé e superação a quem servir,
Ser exemplo  de vida para os meus.
Permita-me Deus,
Não saber o  que é a angústia,
Ser feliz,
Ser forte,
Para poder ajudar a servir aos que precisam.
E por fim...
Permita-me a SAÚDE!
Não é pouco,
É um  enorme presente,
Que apenas quem enfrenta as dor e o  medo, recebem
de braços abertos!
Permita....Permita-me...
Ter coração de humano, e leveza de um  anjo,
Para simplesmente, ser feliz!

domingo, 31 de julho de 2011

MITOS E VERDADES SOBRE O CÂNCER

Mitos e verdades sobre o câncer

- Câncer tem cura?
  Verdade. A palavra câncer engloba uma série de doenças distintas com a mesma denominação. Diversos tipos de câncer são potencialmente curáveis, particularmente se detectados numa fase mais precoce. Alguns tipos de câncer, mesmo detectados em fases mais avançadas, também são potencialmente curáveis (ex. Câncer de testículo, coriocarcinoma, linfoma, etc).


- Câncer é hereditário?


O câncer é uma doença que resulta da interação entre fatores ambientais e genéticos do individuo. Entretanto, uma parcela pequena dos tumores malignos são considerados hereditários (até 10%), e a maioria está relacionada a exposição a fatores ambientais (tabagismo, hábitos alimentares, infecções, exposição solar, etc).
- Stress, depressão e outros problemas psicológicos podem causar o câncer? E agravar a doença?


Alterações no sistema imunológico podem predispor ao aparecimento do câncer e existem alguns estudos que relacionam o stress, depressão e outros distúrbios psicológicos a alterações no funcionamento do sistema imunológico do individuo. Entretanto, o nexo causal direto entre o stress e a depressão com o aparecimento do câncer ainda não foi demonstrado. No paciente já diagnosticado com câncer, esses sintomas podem levar a uma dificuldade maior para enfrentar o tratamento e ser um empecilho para o sucesso terapêutico e melhoria de qualidade de vida.
- A maior incidência de câncer ocorre na cabeça?
Mito. Os tumores mais freqüentes são os de pele não-melanoma, mama, próstata e pulmão.
- Uma dieta inadequada é responsável por 50% dos casos de câncer?


A dieta, juntamente com diversos outros fatores ambientais (tabagismo, exposição solar, infecções, etc), esta relacionada ao aparecimento do câncer. E difícil dizer exatamente qual a porcentagem de contribuição de cada fator nos diferentes tipos de tumor, mas uma dieta adequada e saudável pode contribuir significativamente para prevenir alguns tipos de câncer.
- Um nódulo é necessariamente um câncer?
Mito. Um nódulo pode ser um tumor benigno ou até mesmo uma lesão não tumoral.
- Todo tumor é um câncer?
Mito. Existem os tumores benignos e os tumores malignos. Estes últimos são sinônimos de câncer.
- O câncer causa esterilidade em homens e mulheres?
De uma forma geral não, mas os tratamentos relacionados ao câncer podem levar a esterilidade.
- Há de fato o período de cinco anos para garantir que a pessoa não terá mais a doença?


Mito. Não existe um período arbitrário, mas a chance de recidiva do tumor, de um modo geral, diminui com o passar do tempo a partir do tratamento.
- É verdade que quando o câncer aparece novamente, a doença já não tem cura?


Mito. Cada situação deve ser individualizada, e em vários casos de recidiva a doença ainda é potencialmente curável.

- As células-tronco podem ser consideradas como uma luz no fim do túnel nos casos mais graves de câncer?



Verdade. A tecnologia das células tronco pode ser útil em alguns casos, e já é utilizada por exemplo em casos de transplante de medula óssea relacionado ao câncer ( é um tipo de tecnologia de células tronco ). Vários estudos ainda estão em andamento na tentativa de ampliar a sua utilização de forma eficaz e segura.
- Adoçantes provocam câncer?
Mito. Apesar de inicialmente haverem suspeitas do potencial cancerígeno de adoçantes com ciclamato, aspartame e sacarina, estudos subseqüentes não foram capazes de confirmar essa associação.
- A quimioterapia e a radioterapia fazem mal às pessoas?


A quimioterapia e radioterapia podem levar a efeitos colaterais específicos mas que na maioria das vezes são manejáveis. Essas formas de tratamento fazem parte do arsenal terapêutico no combate ao câncer e deve-se discutir com o paciente o risco - beneficio de sua utilização.
- Alimentos previnem o câncer? Quais?


De um modo geral, ainda faltam evidencias incontestáveis de que uma dieta pobre em gordura saturada, rica em frutas, verduras e fibras diminui significativamente a incidência de câncer, apesar de alguns estudos preliminares apontarem para essa associação. O consumo de carne vermelha aparentemente aumenta o risco de desenvolvimento de câncer do intestino grosso, e a ingestão de tomate aparentemente protege contra o aparecimento do câncer de próstata. A ingestão de quantidades diárias satisfatórias de vitamina D e cálcio também podem ser fatores protetores contra o aparecimento do câncer de intestino.
- A pílula anticoncepcional provoca câncer?
Não existem estudos definitivos que permitam uma associação entre o uso de pílula anticoncepcional e aumento da incidência de câncer. O uso da mesma pode estar associado a uma diminuição do risco de desenvolvimento de câncer de ovário. A terapia de reposição hormonal na pós-menopausa aumenta o risco de desenvolvimento de câncer de mama.
- O álcool é fator de risco para o câncer?


Verdade. O consumo de álcool esta relacionado ao câncer de cabeça e pesoço, esõfago, intestino e mama.


- É verdade que o câncer é contagioso?
Mito.
- Câncer de pele é mais comum em pessoas com idade acima de 40 anos?


Os dois tipos mais freqüentes de câncer de pele (células escamosas e basocelular) tem sua incidência aumentada com o aumento da idade.
- O cigarro causa apenas câncer de pulmão?
Mito. O cigarro esta relacionado ao aparecimento de diversos tipos de câncer: boca, esôfago, estômago, pâncreas, bexiga, pulmão, etc...
- A destruição da camada de ozônio aumenta as chances de se desenvolver algum tipo de câncer, principalmente o câncer de pele?
Verdade, pois é um fator protetor contra os raios ultravioleta.
- Um tumor pode ser causado por um trauma, por exemplo, uma pancada durante uma batida de automóvel?
Mito.
- Andar muito de avião, ficar sempre perto de antenas de celulares ou aparelhos como micro-ondas aumentam o risco de desenvolver câncer?
Mito. Não foi comprovado do ponto de vista técnico que há um aumento da incidência de tumores com essas atividades.
- O câncer de próstata causa impotência?
O tratamento do câncer de próstata pode levar a impotência. Mas não são todos os pacientes tratados para o câncer de próstata que ficam impotentes, sendo que vários fatores são importantes (idade do paciente, tipo de tratamento, etc ).
- Anemia transforma-se em leucemia?
Mito. A anemia e a denominação dada a queda dos níveis de hemoglobina. Tem diversas causas, sendo a leucemia uma das causas de anemia.
- Por terem a pele escura, os negros não têm câncer de pele?
Mito.
- Homem também pode ter tumores de mama?
Verdade. Cerca de 1% dos tumores malignos da mama acontecem no sexo masculino.
- Câncer pode induzir a depressão?
Verdade. Os pacientes com o diagnostico de câncer, por uma série de razões (medo da morte, tratamento, etc) estão sujeitos ao aparecimento de depressão.


Fonte de pesquisa: http://ligacontraocancer.com.br/duvidas/mitos-e-verdades-sobre-o-cancer/6/

quarta-feira, 27 de julho de 2011

AGRADECIMENTO A VIDA


AGRADECIMENTO A VIDA




Se pudéssemos ter consciência do quanto nossa vida é efêmera,
Talvez pensássemos duas vezes antes de jogar fora as oportunidades
que temos de ser e de fazer os outros felizes.
Muitas flores são colhidas cedo demais. Algumas, mesmo ainda em botão. Há sementes que nunca brotam e há aquelas flores que vivem a vida inteira até que, pétala por pétala, tranqüilas, vividas, se entregam ao vento.
Mas a gente não sabe adivinhar. A gente não sabe por quanto tempo estará enfeitando esse Éden e tampouco aquelas flores que foram plantadas ao nosso redor. E descuidamos. Cuidamos pouco. De nós, dos outros.
Entristecemo-nos por coisas pequenas e perdemos minutos e horas preciosos. Perdemos dias, às vezes anos.
Calamo-nos quando deveríamos falar; falamos demais quando deveríamos ficar em silêncio. Não damos o abraço que tanto nossa alma pede porque algo em nós impede essa aproximação. Não damos um beijo "carinhos"porque não estamos acostumados com isso" e não dizemos que gostamos porque achamos que o outro sabe automaticamente o que sentimos.
E passa a noite e chega o dia, o sol nasce e adormece e continuamos os mesmos, fechados em nós. Reclamamos do que não temos, ou achamos que não temos suficiente. Cobramos. Dos outros. Da vida. De nós mesmos. Nos consumimos.
Costumamos comparar nossas vidas com as daqueles que possuem mais que a gente. E se experimentássemos comparar com aqueles que possuem menos? Isso faria uma grande diferença!
E o tempo passa...
Passamos pela vida, não vivemos. Sobrevivemos, porque não sabemos fazer outra coisa.
Até que, inesperadamente, acordamos e olhamos pra trás. E então nos perguntamos: e agora?!
Agora, hoje, ainda é tempo de reconstruir alguma coisa, de dar o abraço amigo, de dizer uma palavra carinhosa, de agradecer pelo que temos. 
Nunca se é velho demais ou jovem demais para amar, dizer uma palavra gentil ou fazer um gesto carinhoso.
Não olhe para trás. O que passou, passou. O que perdemos, perdemos.
Olhe para frente!
Ainda é tempo de apreciar as flores que estão inteiras ao nosso redor. Ainda é tempo de voltar-se para dentro e agradecer pela vida, que mesmo efêmera, ainda está em nós.
Fonte: Mensagens e Poemas

terça-feira, 26 de julho de 2011

A PORTA AO LADO

A PORTA DO LADO


        Em entrevista dada pelo médico Drauzio Varella, disse ele que a
 gente tem um nível de exigência absurdo em relação à vida, que queremos
 que absolutamente tudo dê certo, e que, às vezes, por aborrecimentos
 mínimos, somos capazes de passar um dia inteiro de cara amarrada.

         E aí ele deu um exemplo trivial, que acontece todo dia na vida  da gente...

         É quando um vizinho estaciona o carro muito encostado ao seu na
 garagem (ou pode ser na vaga do estacionamento do shopping). Em vez de
 simplesmente entrar pela outra porta, sair com o carro e tratar da sua
 vida, você bufa, pragueja, esperneia e estraga o que resta do seu dia.

         Eu acho que esta história de dois carros alinhados, impedindo a
 abertura da porta do motorista, é um bom exemplo do que torna a vida de
 algumas pessoas melhor, e de outras, pior.

         Tem gente que tem a vida muito parecida com a de seus amigos,
 mas não entende por que eles parecem ser tão mais felizes.

         Será que nada dá errado pra eles? Dá aos montes. Só que, para
 eles, entrar pela porta do lado, uma vez ou outra, não faz a menor
 diferença.

         O que não falta neste mundo é gente que se acha o último
 biscoito do pacote. Que "audácia" contrariá-los! São aqueles que nunca
 ouviram falar em saídas de emergência: fincam o pé, compram briga
e não deixam barato.

         Alguém aí falou em complexo de perseguição? Justamente.
O mundo versus eles.

         Eu entro muito pela outra porta, e às vezes saio por ela também.
 É incômodo, tem um freio de mão no meio do caminho, mas é um problema
 solúvel. E como esse, a maioria dos nossos problemões podem ser
 resolvidos assim, rapidinho. Basta um telefonema, um e-mail, um pedido
 de desculpas, um deixar barato.

         Eu ando deixando de graça... Pra ser sincero, vinte e quatro
 horas têm sido pouco prá tudo o que eu tenho que fazer, então não vou
 perder ainda mais tempo ficando mal-humorado.

         Se eu procurar, vou encontrar dezenas de situações irritantes e
 gente idem; pilhas de pessoas que vão atrasar meu dia. Então eu uso a
 "porta do lado" e vou tratar do que é importante de fato.

         Eis a chave do mistério, a fórmula da felicidade, o elixir do
 bom humor, a razão por que parece que tão pouca coisa na vida dos outros
 dá errado."

         Quando os desacertos da vida ameaçarem o seu bom humor, não
 estrague o seu dia... Use a porta do lado e mantenha a sua harmonia.
 Lembre-se, o humor é contagiante - para o bem e para o mal - portanto,
 sorria, e contagie todos ao seu redor com a sua alegria.
A "Porta do  lado" pode ser uma boa entrada ou uma boa saída... Experimente!
 
(Dr.  Dráuzio Varella)

A BUSCA DE RESULTADOS

ÉSTÉTICA OU  AUTO-ESTIMA?

Em dezembro, fui  a Jaú. Marquei a minha cirurgia de reconstrução de mamilo. Voltarei a ser inteiramente normal. Quando digo normal, refiro-me não apenas a condição de ser humano  que além de gostar de si, deve também gostar de seu prórpio  corpo.
Deixarei  nesse espaço,  uma pesquisa realizada sobre a reconsdtrução/redução de mamilo.
Fui  com minha irmã Clara, marcamos e viemos. Várias dúvidas foram retiradas nesse dia. Dia 2 de fevereiro..  estarei fazendo  minha reconstrução!

"Eu acredito, eu luto até o fim: não há como perder, não há como não vencer".
(Oleg Taktarov)

Reconstrução e redução de aréolas e mamilos

As aréolas e os mamilos são estruturas esteticamente fundamentais para mulheres e homens também. Hoje vamos falar sobre duas formas principais de atuação da cirurgia plástica nessas estruturas:
- a reparação após a retirada da mama em decorrência de um câncer;
- a redução em casos de aréolas e mamilos muito grandes ou assimétricos.
A reparação dessas estruturas é uma etapa extremamente importante na reconstrução mamária e deve ocorrer de 2 a 4 meses após o término da primeira cirurgia plástica. Segundo o cirurgião plástico da Clínica Plexus, de Bauru – SP, Dr. Marlon Barbosa, deve-se reconstruir o mamilo primeiramente, o que ocorre através de enxerto de tecido do mamilo da outra mama ou por tecidos da própria região onde o mamilo deve ser reconstruído. Em seguida, a aréola é refeita por meio de enxerto de pele retirada da aréola da mama normal ou de pele da virilha. Também é possível utilizar tatuagens para fazer o desenho da nova aréola e a pigmentação do mamilo.
“A outra modalidade cirúrgica relacionada ao complexo aréolo-mamilar (CAM) é a redução do diâmetro das aréolas, cujo tamanho muitas vezes incomoda mulheres e homens, podendo até afetar sua autoestima, assim como nos casos de hipertrofia do mamilo isoladamente ou até mesmo em sua inversão.”, afirma Dr. Marlon. 
Nas mulheres, as aréolas podem crescer demasiadamente na adolescência por características biológicas. Após uma gravidez, o aumento do CAM também é comum devido às alterações hormonais. Em geral, mulheres submetidas à mamoplastia redutora também corrigem o tamanho ou simetria dos mamilos. 
No caso masculino, comumente a plástica no CAM está relacionada à ginecomastia (aumento das mamas por disfunção hormonal) ou à pseudoginecomastia (aumento associado ao sobrepeso). “Essa cirurgia é muito importante nesses casos, pois os homens passam a limitar suas atividades em decorrência da insatisfação com o corpo, tendo vergonha, por exemplo, de tirar a camisa num jogo de futebol”, comenta Dr. Marlon Barbosa.
Ainda de acordo com o cirurgião plástico, pessoas com aréolas constitucionalmente pequenas não devem se submeter à cirurgia de enxerto para aumentá-las, pois podem ocorrer diferenças entre a textura da pele inserida em relação à aréola normal.
Nos casos em que o mamilo é invertido, além da diferença estética a paciente pode apresentar dificuldades para amamentar. A cirurgia, na maioria das vezes, é simples e otimizada com a colocação de próteses de silicone em mamas pequenas.
Quando os mamilos são redundantes, independentemente do tamanho das aréolas, a cirurgia também é simples e traz resultados muito satisfatórios com cicatrizes praticamente inaparentes.
Em todos os casos uma avaliação com o seu cirurgião é o melhor começo para um tratamento de sucesso, pois aréola e mamilos bem posicionados e sem alterações de tamanho são determinantes para uma bela mama.


                                                     Uma parada para descanso na volta....

ACOMPANHAMENTO DE ROTINA

ACEITAÇÃO
Muitas vezes perguntei o  porque...  a razão..  o  motivo.. Até que me dei por conta de que na vida, não se pergunta, aceitamos as condições que o Pai nos envia, que com  certeza, é para nosso cresscimento.
Trabalhei por árduos 32 anos...  Pare a gora..  esou  em férias por enquanto.. Devo  pnesar assim, para que os dias passem mais rápidos.
Agora pensem..  Eu, esperava minhs chamada na pediatria..  O que aquelas inocentes crianças estão pagando?
Por isso, a aceitação ainda é uma resposta que não entendemos direito, mas que nela há um  fundo de verdade, com  certeza, deverá haver...
Obrigada Elô..  Sei que muitas vezes estava cansada, e saíamos de madrugadinha... 


Na Pediatria aguardando... mais uma consulta de rotina, e lá estava a Elô..


NOVA CIRURGIA...

 Dia 02 de Fevereiro de 2011,  NOVA CIRURGIA -  RESTAURADORA

  









Eu e a Ju, esperando a "grande hora"                                                    tranquila, e já de pulseirinha!

Nova Cirurgia..O fim de uma conquista, coragem, fé e determinação. Devo fazer a última cirurgia restauradora, sem nunca ter fraquejado, nunca ter deixado transparecer a ansiedade, que por muitas vezes toma conta do meu  ser.      Lembro - de uma fala de um  médico oncologista, de quando entrei na sala e disse-lhe:  _Hoje não estou muito bem, com todo o meu lenço, meus brincos, meu olho pintado, não fui  capaz de olhar dos lados...
Respondeu-me o médico sereno  e com a certeza do que dizia:__Não se   esqueça, de bons exemplos todos precisam.
Existem dois tipos de cirurgia para reconstruir o mamilo. Quando o mamilo da outra mama é grande, pode reduzi-lo e utilizar a porção retirada para a mama reconstruída. A outra opção é realizar um retalho local, criando-se o mamilo com a pele existente na própria mama. A aréola poderá ser reconstruída enxertando-se a pele da virilha na mama ou por meio de uma micropigmentação (espécie de tatuagem definitiva). A reconstrução do mamilo e da aréola será a última etapa da reconstrução, e é  a cirurgia mais simples de todo o processo. Foi realizada com anestesia local em poucos minutos. Nesse intervalo, pude contar com grandes amigos  que me mostraram  o lado normal da vida, o lado humano  de  mulher e aprendi  que mesmo  após a cirurgia,  se é capaz de sobreviver, amar e sorrir. Muito sofri.. mas também, me descobri enquanto ser humano, gente! Também tive a ajuda de uma pessoa maravilhosa que me mostrou o caminho da superação, da   bondade, do perdão, do  meu  “eu”  interior através da Profa. Alice,  (CEA) onde fui  pela primeira vez em 29 de setembro de 2010,  a convite de um  grande amigo, meu primeiro empregador.
No  hospital,  eu a espera da chamada para a cirurgia, com  a Ju, uma grande companheira.

PARA SEMPRE

Para Sempre


Por que Deus permite
que as mães vão-se embora?
Mãe não tem limite,
é tempo sem hora,
luz que não apaga
quando sopra o vento
e chuva desaba,
veludo escondido
na pele enrugada,
água pura, ar puro,
puro pensamento.

Morrer acontece
com o que é breve e passa
sem deixar vestígio.
Mãe, na sua graça,
é eternidade.
Por que Deus se lembra
- mistério profundo -
de tirá-la um dia?
Fosse eu Rei do Mundo,
baixava uma lei:
Mãe não morre nunca,
mãe ficará sempre
junto de seu filho
e ele, velho embora,
será pequenino
feito grão de milho.

                                                            (Carlos Drummond de Andrade)

POEMAS

Para vocês....

ACOMPANHAMENTO...

Dia 03 de janeiro de 2011.






Volto ao Hospital. Um cisto encontrado e uma semana de dor de cabeça, preocupações, mas sempre com a certeza de que nada seria, afinal, estou  além de viva, confiante Naquele que me guia todos os dias.
10h03minh ALÍVIO.  Resultado do exame. Um cisto de água, benigno entre o músculo e a prótese. Não chorei, pois tinha certeza de que nada seria, mas fui até a capela e de joelhos, agradeci a Mãe Santíssima... Em casa? Tudo dentro do “normal”, mas agradeço aos meus filhos, meu pai ,meus tios,a uma grande amiga, Profa, Maura,  que desde a manhãzinha, não deixaram de suplicar ao Pai que me levasse no colo, e me trouxesse com  minhas pernas,  com alegria estampada no olho “pintado” . Meus agradecimentos aos que rezaram por mim, e a Deus, pois nesse dia, por determinação minha, resolvi ir só: conversei só, dei-me conselhos, coragem e em alto e bom tom, conversei com meu eu, procurei ver a minha luz interior e supliquei para que não tivesse medo, que eu  encarasse tudo de frente e de cabeça erguida. Tenho  e preciso ser forte, guerreira e principalmente vencedora dos medos que a vida nos impõe. Essas..  são as provas pelas quais passamos muitas vezes!